Randolfe e Davi negociam para reverter demissão da Jari Celulose

Senador Randolfe e Senador Davi Alcolumbre ao lado de representantes da negociação da Jari Celulose
Os senadores Randolfe Rodrigues (REDE-AP) e Davi Alcolumbre (DEM-AP) estiveram com o presidente do Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES), Paulo Rabelo, para tratar sobre a situação da Jari Celulose que recentemente demitiu 468 funcionários que prestavam serviços para a NDR Agro Florestal, uma empresa terceirizada. Sendo que os demitidos sequer receberam seus direitos trabalhistas.

Na audiência, o presidente do BNDES foi claro: “Está nítido, pelo que os Senadores expuseram, que os empregos na Jari Celulose são cruciais para o desenvolvimento do Amapá e do Brasil”.

As 468 demissões foram efetivadas em abril e na época o Sindicato dos Trabalhadores de Laranjal do Jari procurou os dois senadores, Randolfe Rodrigues e Davi, que imediatamente foram à cidade reunir com os sindicalizados.

Na audiência desta quarta (5) com o BNDES, Randolfe Rodrigues deixou claro que vai lutar pela recontratação dos demitidos “Quero que a empresa continue com os investimentos lá, não demita e recontrate os demitidos”.

Ao saírem da reunião, Randolfe Davi falaram por telefone com o presidente da Jari Celulose, Sérgio Amoroso, que se comprometeu a atender a reivindicação dos dois senadores “Ele se comprometeu em recontratar todos os demitidos. Estamos satisfeitos com essa conversa porque os trabalhadores de Laranjal precisam de seus empregos para sustentar suas famílias. Para nós isso ainda não está resolvido, vamos continuar cobrando a readmissão desses trabalhadores e se ela não ocorrer, de imediato, a gente volta ao BNDES e vamos procurar, de novo, a presidência da empresa”, disse Randolfe.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *