Senador Randolfe propõe união para desenvolver Santana

Senador Randolfe Rodrigues com o prefeito de Macapá, o Senador Davi entre outras autoridades

Na manhã de hoje (12), o Senador Randolfe Rodrigues (REDE-AP) esteve na Prefeitura Municipal de Santana e reuniu com o prefeito do município, Ofirney Sadala, o prefeito de Macapá, Clécio Luís, o senador Davi Alcolumbre, o deputado Estadual Paulo Lemos, os vereadores de Santana, Richard Madureira e Anderson Almeida, além dos secretários do município para buscar alternativas de desenvolvimento da cidade, bem como resgatar um projeto que o parlamentar havia proposto de gestão do resíduo sólidos.

De acordo com o Senador Randolfe , dos quase R$4 milhões de emendas destinadas ao município de Santana apenas o recurso no valor de R$400 mil para a construção da sede do Cartório Eleitoral na cidade foi executada. “Por inadimplência, falta de projeto ou vontade política o gestor anterior perdeu mais de R$3,2 milhões em recursos que poderiam ajudar o município”, explicou. “Vamos trabalhar em Brasília para verificar o que é possível ainda de se recuperar”, completou.

O prefeito Ofirney Sadala contou a situação caótica do município. “Hoje a prefeitura acumula mais de R$ 9 milhões em dívidas, apenas com os servidores”, disse. O senador Davi Alcolumbre lembrou da emenda impositiva de bancada que os senadores e os deputados federais destinaram ao Governo do Amapá e do acordo fechado com o chefe do executivo estadual. “O Governador terá R$70 milhões para distribuir entre os municípios seguindo o volume populacional de cada cidade, ou seja, Santana terá cerca de 17% do valor, a bancada vai reunir com o governador e cobrar a execução do acordo”, disse.

Lixo

No início de 2013, o senador Randolfe Rodrigues em audiência com os prefeitos de Santana e Macapá, na época, propôs um pacto para gestão integrada dos resíduos sólidos das duas maiores cidades do Amapá, juntos somam cerca de 80% da população do Estado. A prefeitura de Macapá conseguiu avançar e hoje tem o seu aterro sanitário, dentro das normas estabelecidas, mas em Santana acabou não saindo do papel. “Nós executamos o projeto e conseguimos nos adequar, com certeza com esforço podemos fazer em conjunto com o prefeito de Mazagão e Santana”, disse o prefeito Clécio.

Agora, a proposta de Randolfe é unir Macapá, Santana e Mazagão na tentativa de resolver, por exemplo, o problema do lixão na rodovia Duca Serra. “É possível de ser resolvido, vamos reunir na próxima semana com os gestores, Ministério Público, Caixa Econômica Federal e demais agentes para celebrarmos o acordo e melhorar a qualidade de vida da população”, afirmou o senador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *