Senador Randolfe participa do Congresso do Povo no Distrito de São Joaquim do Pacuí, em Macapá

Senador discurso no Congresso do Povo ao lado do Prefeito Clécio Luis, no Distrito de São Joaquim do Pacuí, em Macapá
O Senador Randolfe Rodrigues (REDE-AP) participou, neste sábado (8), da quarta plenária do Congresso do Povo, realizado pela Prefeitura de Macapá, no Centro Comunitário 16 de Agosto, no Distrito de São Joaquim do Pacuí, que compõe a capital amapaense. O congressista acompanhou o prefeito da cidade, Clécio Luís, no evento. A medida definirá o Plano Plurianual Participativo (PPA), que norteará como o Poder Executivo trabalhará em benefício da população e do seu desenvolvimento socioeconômico.

As escutas populares pontuam as reivindicações do povo de Macapá ao prefeito e seu secretariado, como forma de aproximar o cidadão do gestor, para que a demanda seja solucionada com mais eficácia e celeridade. O evento também contou com a presença da vice-prefeita de Macapá, Telma Nery (DEM-AP), do senador Davi Alcolumbre (DEM-AP), do deputado estadual Paulo Lemos (Psol-AP), secretários municipais e vereadores da cidade.

Durante a escuta pública, centenas de moradores do Distrito de São Joaquim do Pacuí, e das comunidades de Santa Luzia e Tracajatuba I, próximas do Distrito, elegeram as demandas dos locais onde residem. Entre os problemas apresentados estão: dificuldades de acesso através dos ramais de Macapá até aqui, problemas de comunicação, a ausência de internet, a deficiência de transporte, dificuldade de acesso às Unidades Básicas de Saúde e à educação.

Depois de elaborado, o PPA será entregue à Câmara de Vereadores, até setembro deste ano, para aprovação e execução. O senador comentou a importância da plenária:

“A ideia aqui é uma missão clara feita pelo congresso do povo de Macapá. Este planejamento poderia ser feito nos gabinetes refrigerados da Prefeitura, com todos os secretários lá. A escolha é ele ser feito aqui na comunidade, no Distrito de São Joaquim do Pacuí, ver unidas todas as comunidades da região do Pacuí, para ouvir as comunidades, porque só sabem quem sente na pele as dificuldades”, pontuou o senador Randolfe Rodrigues .

“As dificuldades são todas sentidas por nós que estamos em Macapá. Por isso os secretários colocaram o pé na estrada, por determinação do prefeito, e vieram até aqui, que por sua vez convocou a mim, ao senador Davi e aos vereadores para ouvir vocês, porque a ideia é um planejamento vindo do povo, porque só o povo sabe o que é melhor para todos, um planejamento para todos nós”, frisou Randolfe Rodrigues.

Também presentes na plenária o prefeito do município de Cutias do Araguari, Raimundo Amanajás (Pros-AP), o vice-prefeito da cidade de Itaubal do Piriri, José Serafim (PR-AP) e vereadores itaubalenses, que prestigiaram e elogiaram a ação.

Senador Randolfe anda pelas ruas do Distrito de São Joaquim do Pacuí, em Macapá do Povo ao lado do Prefeito Clécio Luis, no Distrito de São Joaquim do Pacuí,

Randolfe vai ao Judiciário contra o sufocamento da Lava Jato

Randolfe vai ao Judiciário contra sufocamento da Lava Jato
O Senador Randolfe Rodrigues ajuizará, na Justiça Federal de Macapá-AP, uma ação popular contra a decisão da Superintendência da Polícia Federal do Paraná, de extinguir o grupo dedicado exclusivamente à Operação Lava-Jato, em Curitiba.

A ação pedirá a suspensão liminar dessa reestruturação, com a consequente manutenção do grupo de policiais dedicado exclusivamente às investigações de combate à corrupção, até que o Ministério da Justiça apresente estudos conclusivos sobre os impactos dessa medida na Operação.

Apesar das negativas constrangidas dos delegados envolvidos, Randolfe Rodrigues acredita que se trata de uma interferência direta do atual Ministro da Justiça, “contratado, sob medida, para barrar a Lava-Jato”.

Randolfe crê que essa ação visa “sufocar por inanição” os trabalhos dos investigadores contra políticos e empresários, uma vez que “alterará drasticamente a dinâmica dos trabalhos lá desenvolvidos”, imprimindo o “conviventemente letárgico ritmo processual que paralisa tais investigações em outras instâncias”.

Para o senador amapaense, é evidente que o Planalto não atacará diretamente a Operação, por temer rebelião da Opinião Pública, mas não deixará de se valer de “golpes sofisticados aos trabalhos da Justiça”, com medidas que, “embora se revistam de aparente legalidade, não passam de militância escusa, contra a Força Tarefa”.

Randolfe garante a liberação de R$ 217 mil em emendas para o Ifap

Emenda do senador Randolfe destina recursos para o IFAP

O Instituto Federal do Amapá (Ifap) receberá R$ 217.435,00 (duzentos e dezessete mil reais e quatrocentos e trinta e cinco reais), fruto de emenda parlamentar do Senador Randolfe Rodrigues . O dinheiro já foi liberado e autorizado para uso da instituição de ensino. A liberação do recurso foi informada a reitora do Ifap, Marialva Almeida.

O congressista comemorou a liberação, uma vez que o Instituto necessita de apoio, especialmente neste período difícil para toda a educação brasileira, bem como para todas as políticas sociais. Para o senador, a prestação de serviço do Ifap para o Estado é essencial, pois forma centenas de profissionais e possibilita que cidadãos tenham um ofício para a garantia do sustento.

Histórico de apoio a o Ifap

Randolfe sempre apoiou o Ifap ao longo de seu mandato. O senador destinou emendas para a instituição de ensino nos anos de 2014 (R$ 400 mil) e 2016 (R$ 218.632, 00). Além disso, em uma reunião com a reitora e pró-reitores do Instituto, realizada em março deste ano, o senador se comprometeu em ajudar na inclusão do Ifap na Lei de Diretrizes orçamentárias (LDO) de 2018 e em dialogar com a bancada federal sobre emendas parlamentares individuais para o instituto.

De acordo com o congressista, a aplicação dos recursos na educação é uma luta constante de seu mandato.

“O conhecimento reflete na sociedade como um todo. Sempre lutamos e sempre lutaremos pela educação, que é a arma para mudar a realidade amapaense para melhor”, salientou o senador.

Senador Randolfe Rodrigues reafirma luta em defesa da SUFRAMA

Senador Randolfe Rodrigues no Plenário do Senado Federal

O Senador Randolfe Rodrigues (REDE-AP) manifestou sua determinação em derrubar os vetos do presidente Michel Temer a dois artigos da lei que instituiu a Taxa de Controle de Incentivos Fiscais (TCIF) e a Taxa de Serviços (TS) em favor da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa).

Esta posição foi reafirmada junto ao Sistema Fecomércio Amapá e Bloco Empreendedor Amapá (BEAP), entidade composta por 67 instituições do setor produtivo, que encaminhou ao Senador um carta contra a mutilação da Lei.

Desde a publicação da Lei com os injustificáveis vetos, o congressista tem denunciado no Senado Federal seus impactos nas empresas do Amapá e da Amazônia, afirmando que o veto atenta contra a região amazônica e sufoca o comércio no Norte do país.

“Trata-se agora de derrubar os vetos no Congresso Nacional, tarefa à qual estamos nos mobilizando, em conjunto com os demais membros da bancada dos estados amazônidas”, afirmou o Senador Randolfe. “A carta da Fecormércio e das Entidades Empreendedoras do Amapá nos ajuda bastante nesta mobilização, pois demonstra a unidade do setor produtivo contra a decisão do presidente da República”.

Além de lutar pela derrubada dos vetos, Randolfe Rodrigues externou à Fecomércio e à BEAP seu apoio e disponibilidade em todas as pautas que sejam do interesse do desenvolvimento do Amapá, da Amazônia e do país

Relatório de Randolfe é aprovado e Brasil Sorridente segue para a Câmara

Relatório de Randolfe é aprovado e Brasil Sorridente segue para a Câmara

O relatório do Senador Randolfe Rodrigues (REDE-AP) sobre o Projeto de Lei 8/2017, que transforma o programa de saúde bucal Brasil Sorridente em uma política pública permanente, que independe de quem estiver na Presidência da República, e o insere no Sistema Único de Saúde, foi aprovado por unanimidade nesta quarta-feira (5), na Comissão de Assuntos Sociais do Senado.

A implementação dessa medida, em 2004, representou significativo avanço no acesso da população brasileira às ações de promoção, proteção e recuperação da saúde bucal.

Para Senador Randolfe, após 13 anos de existência, pode-se afirmar que o Programa Brasil Sorridente, do Governo Federal, revolucionou a atenção à saúde bucal no País: “Foram criados mais de mil centros de especialidades odontológicas nos municípios de todas as regiões do Brasil. Esses centros realizam atendimentos mais específicos, para pacientes que precisam de assistência nas áreas de endontia, peridontia e cirurgia bucomaxilofacial, por exemplo”, explica o senador.

O Brasil Sorridente já beneficiou mais de 70 milhões de brasileiros desde sua implantação e, hoje, é considerado como a maior iniciativa de saúde bucal do mundo. O Projeto, que agora segue para apreciação na Câmara dos Deputados, se aprovado, se tornará lei. Hoje, a política é regulada apenas por decretos, que podem ser revogados a qualquer momento pelo Governo Federal.

A saúde bucal não significa apenas um belo sorriso: a falta de cuidado e higiene com a boca e com os dentes pode causar ou piorar problemas no coração, infecções respiratórias e até a osteoporose. Por isso, Randolfe afirma que ‘é imprescindível que em cada unidade de Saúde da Família, esteja inserida, pelo menos, uma equipe de saúde bucal’.

Randolfe e Davi negociam para reverter demissão da Jari Celulose

Senador Randolfe e Senador Davi Alcolumbre ao lado de representantes da negociação da Jari Celulose
Os senadores Randolfe Rodrigues (REDE-AP) e Davi Alcolumbre (DEM-AP) estiveram com o presidente do Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES), Paulo Rabelo, para tratar sobre a situação da Jari Celulose que recentemente demitiu 468 funcionários que prestavam serviços para a NDR Agro Florestal, uma empresa terceirizada. Sendo que os demitidos sequer receberam seus direitos trabalhistas.

Na audiência, o presidente do BNDES foi claro: “Está nítido, pelo que os Senadores expuseram, que os empregos na Jari Celulose são cruciais para o desenvolvimento do Amapá e do Brasil”.

As 468 demissões foram efetivadas em abril e na época o Sindicato dos Trabalhadores de Laranjal do Jari procurou os dois senadores, Randolfe Rodrigues e Davi, que imediatamente foram à cidade reunir com os sindicalizados.

Na audiência desta quarta (5) com o BNDES, Randolfe Rodrigues deixou claro que vai lutar pela recontratação dos demitidos “Quero que a empresa continue com os investimentos lá, não demita e recontrate os demitidos”.

Ao saírem da reunião, Randolfe Davi falaram por telefone com o presidente da Jari Celulose, Sérgio Amoroso, que se comprometeu a atender a reivindicação dos dois senadores “Ele se comprometeu em recontratar todos os demitidos. Estamos satisfeitos com essa conversa porque os trabalhadores de Laranjal precisam de seus empregos para sustentar suas famílias. Para nós isso ainda não está resolvido, vamos continuar cobrando a readmissão desses trabalhadores e se ela não ocorrer, de imediato, a gente volta ao BNDES e vamos procurar, de novo, a presidência da empresa”, disse Randolfe.

Senador Randolfe Rodrigues: novo informativo mensal já está no ar

Olá! Como você está? Torcemos para que esteja bem. Você leu o nosso último informativo mensal?  Se leu, sinta-se à vontade para baixar e ler mais um, pois já estamos trazendo um novo! Se não leu, pode baixar todos os anteriores, ou ler este aqui e ir acompanhando os próximos. Em nossos informativos, você fica sabendo das principais ações de nosso mandato.

No último mês tivemos muitas conquistas, inclusive para os servidores do ex-território. Trabalhamos em parceria com a Interlegis para modernizar as câmaras de vereadores do Amapá, visitamos Laranjal do Jari para garantir apoio ao município, lutamos contra as demissões da Jari Celulose e dialogamos com autoridades municipais. Lutamos também pela derrubada dos vetos de incentivos fiscais à Suframa, além de darmos início às obras da nova Feira Modelo de Macapá, e muito mais, que você confere em nosso informativo.

Reajuste salarial a servidores do ex-território

Foi aprovada pelo Plenário do Senado uma emenda de nossa autoria que concede reajustes aos servidores federais e reestrutura cargos e carreiras do serviço público. Uma excelente notícia para os servidores do Amapá, em especial os professores, policiais civis, fiscais de tributos, servidores da SEPLAN e da Controladoria, engenheiros, arquitetos e economistas.

Modernização das câmaras municipais do Amapá

A nosso convite, o analista legislativo do Senado Francisco Biondo participou, na Prefeitura de Macapá, de uma reunião que debateu a implantação do Programa Interlegis, desenvolvedor do Sistema de Apoio ao Processo Legislativo (SAPL) na Assembleia Legislativa do Amapá (ALE) e nas câmaras de vereadores do estado.

Apoio a Laranjal do Jari

Em agenda no município de Laranjal do Jari, na companhia do também senador Davi Alcolumbre, dialogamos com o prefeito, Marcio Serrão, com o vice-prefeito, João Tadeu, e também com vereadores da cidade. Na ocasião, discutimos as principais demandas locais e reafirmamos nosso apoio ao município.

Luta contra as demissões da Jari Celulose

Durante reunião com os trabalhadores demitidos da NDR Agro Florestal, terceirizada da Jari Celulose, também na companhia do senador Davi Alcolumbre, prometemos lutar pelos direitos dos mais de 400 pais e mães de família que agora estão sem seus empregos. Essas demissões causam problemas econômicos e sociais gravíssimos.

Diálogos com autoridades de Vitória do Jari

Em Vitória do Jari, ao lado do senador Davi Alcolumbre, nos reunimos no Gabinete do Executivo municipal com o prefeito Dielson Sousa, com o vice-prefeito José da Assunção (PDT) e com vereadores da cidade, para dialogar e receber as demandas do município.

Luta contra vetos a incentivos da Suframa

Depois do veto de Temer a dois artigos de leis que instituíam a Taxa de Controle de Incentivos Fiscais (TCIF) e a Taxa de Serviços (TS) em favor da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa), temos que lutar contra essa medida absurda que prejudica, sobretudo, o empresariado do Amapá e demais estados vinculados à SUFRAMA.

R$ 1 milhão em emendas para obras da Feirinha de Macapá

Após a destinação de mais de R$ 1,35 milhão por meio de emendas de nossa autoria, a Prefeitura de Macapá assinou o contrato para o início das obras de construção da Feira Modelo de Macapá que substituirá a Feira Maluca, existente há 28 anos no bairro Buritizal, na Zona Sul da capital.

Baixe o informativo mensal do senador Randolfe

Viu tudo que temos feito pelo Amapá? Esses são algumas das ações de nosso mandato, que você pode acompanhar com detalhes em nosso informativo mensal. Além disso, você também pode estar atento a nossas redes sociais. Acesse: Facebook, Instagram e Twitter!

Ótima leitura a todos!

Clique no botão e baixe o informativo do senador Randolfe:

 

Botão para baixar o informativo do senador Randolfe

 

 

 

Capa de informativo mensal do senador Randolfe Rodrigues, referentes ao mês de junho

 

Figura Política 2017: Randolfe é homenageado durante a 12ª edição do Festival Brasil Sabor

Senador Randolfe fala sobre premio em palco Brasil Sabor
O Senador Randolfe Rodrigues (REDE-AP) foi homenageado pela Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) como figura política da gastronomia 2017. A honraria ocorreu durante a abertura da 12ª edição do Festival Brasil Sabor, nesta sexta-feira (30). O evento, que tem o objetivo de valorizar os produtos locais e prestigiar a culinária amapaense, acontecerá até o próximo domingo (2). A ação é realizada na sede do Sebrae Amapá, em Macapá.

De acordo com o presidente da Abrasel, Sérgio Gomes, a associação reconhece todos os anos as personalidades, instituições e empresas que de alguma forma colaboram com o desenvolvimento do setor de alimentação fora do lar. Este ano o Conselho da instituição escolheu homenagear o senador Randolfe Rodrigues como figura política da gastronomia 2017.

O senador Randolfe agradeceu a homenagem, enfatizou a riqueza da gastronomia amapaense e elogiou a realização do evento

“De todos os miscigenados Estados brasileiros, nós temos o orgulho de ser o mais miscigenado. Aqui se juntou o branco português, o negro africano, as populações originárias que aqui já estavam. Mas, de todos esses traços característicos, não tenham dúvidas que além do nosso Amazonas, nenhum chama tanta atenção, quanto a nossa culinária. É por isso que as pessoas de outros Estados brasileiros e estrangeiros, que quando para cá vêm, dizem que se apaixonam pela nossa gastronomia”, frisou o senador.

“Obrigado pela comenda, pois muito me honra ser homenageado em um evento tão importante para nossa cultura, a culinária amapaense. Parabéns a Abrasel e Sebrae por essa 12ª Edição do Brasil Sabor, que promove o que há de mais peculiar na nossa rica gastronomia”, salientou Randolfe Rodrigues .

Estiveram presentes no evento o prefeito de Macapá, Clécio Luís, os dirigentes do Sebrae: presidente Mateus Silva, o superintendente Carlos Alvarenga, o diretor de administração e finanças, Valdeir Ribeiro, a diretora técnica Isana Alencar; a presidente da Macapatur, Julie Pereira, secretária de Estado do Turismo, Cíntia do Amaral, empreendedores do Amapá, imprensa e sociedade civil organizada.

12ª edição do Festival Brasil Sabor

A 12ª edição do Festival Brasil Sabor acontece no espaço multiuso do Sebrae. O festival gastronômico ocorre das 18h às 23h e conta com a participação dos melhores restaurantes e chefs de cozinha do Amapá.

O evento é realizado pela Abrasel, Sebrae Amapá, com o apoio da Prefeitura de Macapá, por meio do seu Instituto de Turismo (Macapatur) e Governo do Estado.

O Brasil Sabor é realizado no Norte, sul, leste e oeste do país. Sempre com a variedade culinária de nossa nação continental que ano após ano celebra suas raízes e sabores, no maior festival gastronômico do planeta.

Senador Randolfe pousa com demias participantes de Prêmio Sabor Brasil

Randolfe participa de ato da posse de promotores de Justiça substitutos da MP-AP

Senador Randolfe ao lado do prefeito Clécio Luis e demais autoridades
O Senador Randolfe Rodrigues (REDE-AP) participou, nesta sexta-feira (30), no Auditório da Procuradoria Geral de Justiça – Promotor Haroldo Franco, no Araxá, zona Sul de Macapá, da posse dois novos promotores de Justiça substitutos no Colégio de Procuradores de Justiça do Ministério Público do Amapá (MP-AP). Os empossados são Eduardo Kelson Fernandes de Pinho e Jorge William Fredi, aprovados no último concurso para membros do órgão ministerial realizado em 2012.

Eles foram empossados pelo Procurador Geral de Justiça, Dr. Márcio Augusto. “Os nossos novos membros tem a missão de fazer prevalecer os valores dos homens de bem. Que possa ser o amparo dos justos e o temor dos iníquos”, frisou o Procurador Geral

Randolfe parabenizou os dois novos promotores e desejou sucesso a ambos na nobre missão. O congressista ressaltou que a adesão deles reforça o quadro do MP-AP e enfatizou que a instituição é fundamental no combate a corrupção e fiscalização dos poderes, bem como o resguardado dos direitos do cidadão.

“O MP possui uma linda história de lutas no Amapá e Brasil. A nobre instituição é fundamental para a Democracia. Parabéns aos novos promotores e que logrem sucesso em tão nobre missão”, salientou o congressista.

Contra o governo Temer: Randolfe participa de Greve em Macapá

Senador Randolfe discursa em ato contra Temer
O Senador Randolfe Rodrigues (REDE-AP) participou, nesta sexta-feira (30), da Greve Geral contra o governo do presidente do Brasil, Michel Temer. A paralisação foi pacífica e cerca de 5 mil pessoas estiveram na manifestação. O ato pediu a saída do mandatário do país e as eleições diretas.

O ato iniciou na Praça da Bandeira, passou por ruas da capital amapaense e encerrou na Praça Veiga Cabral, no centro da cidade. O congressista apoiou o manifesto e discursou durante a Greve.

“O país não pode continuar sangrando. Nós temos hoje, lamentavelmente, alguém na presidência da república que usa o cargo de mais alto mandatário da nação como habeas corpus. Nunca na história do país o presidente da república foi réu por obstrução da justiça, ser chefe de uma organização criminosa e prevaricação”, enfatizou Randolfe Rodrigues .

“Neste conjunto de razões não dá condição alguma do senhor Michel Temer continuar à frente do mais alto cargo. O que está acontecendo hoje no Amapá e no Brasil é a mobilização dos cidadãos e é somente a população nas ruas que tirará um criminoso do mais alto cargo mandatário da nação”, frisou o senador.
Randolfe participa de ato contra Temer em Macapá